Cardeal Czerny: o Dia da Terra exige ações urgentes

119

Para o Cardeal Michael Czerny agora mais do que nunca, devemos ser cidadãos responsáveis e proteger nossa Casa Comum. Falando ao Vatican News sobre o Dia da Terra, comemorado em todo o mundo neste 22 de abril, o Prefeito interino do Dicastério do Vaticano para a Promoção do Desenvolvimento Humano Integral reflete sobre a razão pela qual a Igreja se preocupa tanto com o Dia dedicado à proteção do planeta.

A cada Dia da Terra, milhões de pessoas em todos os continentes se reúnem para chamar a atenção para a necessidade de salvaguardar nosso planeta. “A Igreja”, afirma o Cardeal canadense ao Vatican News, “se preocupa muito com a Terra porque a Terra foi criada por Deus, o mesmo Deus que nos criou a todos como irmãos que são chamados a viver juntos em nossa Casa Comum e a cuidar dela”. E o Dia da Terra, continua, “é um dia para lembrar nossa pertença a esta Casa Comum a uma família comum”, e para lembrar “nossa muito séria, e eu diria, responsabilidade crescente para cuidar bem desta única Casa Comum que temos”.

“Neste ano celebramos o Dia da Terra à sombra de múltiplas falhas sérias, graves e ameaçadoras por parte da família humana para levar esta realidade a sério”

Por esta razão, insiste o Cardeal Czerny, é “um dia urgente” a ser comemorado.

Perto do coração do Papa Francisco

O Prefeito do Vaticano também reflete sobre o porquê da importância para o Papa Francisco de chamar a atenção para a proteção do meio ambiente. O “Papa Francisco”, observa o Cardeal Czerny, “nos chamou a prestar atenção ao meio ambiente, praticamente desde o início de seu pontificado e especialmente na sua encíclica Laudato si”, a primeira encíclica de um Papa dedicada ao meio ambiente. “Mas para responder à pergunta sobre o porquê da importância para o Papa”, destaca o cardeal, “temos que ler a encíclica Fratelli tutti, ali percebemos a profunda importância que é uma vocação única ser irmãos uns dos outros, e cuidar da nossa Casa Comum”.

“Não se pode ter um sem o outro”

“Então, isso faz com que o Dia da Terra seja um chamado para sermos cidadãos responsáveis nesta Terra”, ressalta o Cardeal, “urgentemente”. “Se não for assim, nada faremos”, conclui o Cardeal Czerny, lamentando, “essa é, infelizmente, a direção em que estamos indo”.

Fonte: Vatican News

 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui