São Francisco

R$36.00

A presente biografia propõe-se apresentar Francisco na “moldura concreta de sua época, como personalidade histórica em toda a sua humana e dramática grandeza”. O autor mantém estreita e viva a ligação entre o homem Francisco e seus irmãos em uma Igreja perpassada por profundas inquietações. Rejeita interpretações que tentam “inseri-lo numa teologia da história ou que o propõem como modelo de vida franciscana em uma ótica deformada”. Procura, através de uma análise crítica das relações entre um homem e o contexto sócio-político e religioso que o envolve, atingir o motivo central e inspirador de sua vida, chave de leitura para compreender o homem, o santo e a força de sua ação transformadora da realidade.

49 em estoque

Descrição

Autor: Rey, Marcos
Tradução: Frei Celso Márcio Teixeira
Formato: Livro
DETALHES DO PRODUTO
Origem: Italiano
Editora: Vozes
Edição: 1
Assunto: Espiritualidade
Idioma: Português
Ano: 1997
País de Produção: Brasil
Código de Barras: 9788532617897
ISBN: 8532617891
Encadernação: Brochura
Total de páginas: 331
SUMÁRIO
Apresentação; A Europa e a Igreja no fim do século XII; Assis no Século XII; O comerciante: O nascimento e a juventude; A conversão; Viver segundo o modelo do Evangelho: Á procura de Cristo; A revelação do Evangelho; A chegada dos companheiros; Entre Roma e Assis: A primeira regra; Francisco e Inocêncio III; Volta a Assis; Vida minorítica; Diferença entre Francisco e Domingos; Francisco e Clara: “Ioculator Domini”; Os movimentos femininos e Clara de Assis; O testemunho de Jacques de Vitry; A Expansão da ordem entre intervenção da Cúria e cura das almas: O problema de Hugolino de Óstia; Fora da Itália: Inglaterra, Alemanha e Hungria; Na Terra Santa e na Itália: Do Martírio à doença: Na Europa e na palestina; A demissão e o sucesso de Francisco: razões históricas; Dor e coragem; A regra e as regras: A ordem e as sua normas institucionais; As outras normas de vida; Francisco nos seus escritos: Os escritos latinos; Os escritos Italianos; Do Alverne à morte: Os estigmas; Volta para Assis; Francisco de Assis; O Cântico do Irmão Sol: as duas últimas estrofes.