Terço com o Papa: “Não estamos sós”, afirma reitor do Santuário de Aparecida

50

O convite do Papa nos faz pensar que não estamos sozinhos: assim o reitor do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, padre Carlos Eduardo Catalfo, comenta a oração do Terço neste sábado, 30 de maio, nos Jardins Vaticanos.

No encerramento do mês mariano, foi feito um convite especial aos santuários, já que muitos deles operam com capacidade reduzida neste tempo de pandemia.

O convite é rezar o Terço para depositar aos pés de Maria as aflições e as dores da humanidade, ulteriormente agravadas pela difusão da Covid-19, como está acontecendo no Brasil.

“Vivemos tempos muito difíceis, o Brasil está sofrendo com a pandemia, mas também está sofrendo com tantos outros problemas, principalmente por causa das dificuldades na educação, no desemprego e na violência. O convite do Papa nos fazer pensar que não estamos sozinhos.”

Rezar com o Papa é rezar com a Igreja

O reitor afirma que o Santuário tem recebido diariamente inúmeros pedidos de oração e, para ele, rezar o terço com o Papa Francisco será uma grande alegria para as famílias brasileiras que enfrentam dificuldades.

“São muitas as nossas necessidades, mas também são numerosos os motivos para agradecer a Deus por tudo aquilo que somos e por tudo que temos. O Papa Francisco vai nos oferecer esta oportunidade tão especial de união com a Igreja de Cristo. Conforme ensina o Santo Padre, nós queremos viver a esperança de construir uma Igreja samaritana, dedicada ao serviço, sobretudo dos pobres – os queridos de Deus.”

O evento está marcado às 17h30 locais (12h30 no horário de Brasília), e será transmitido ao vivo pelo Vatican News, com comentários em português, no nosso site e nos nossos canais no Facebook e no YouTube.

Fonte: Vatican News

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui