Capuchinhos do Brasil divulgam carta de apoio à CNBB e ao Papa Francisco

110

Diante do cenário atual e os recentes ataques à Igreja, a Conferência dos Capuchinhos do Brasil divulgou a seguinte carta aberta:

“Quem constrói um muro, acabará escravo dentro dos muros que construiu, sem horizontes” (Fratelli Tutti, n. 27).

A Conferência dos Capuchinhos do Brasil (CCB) vem a público, unir sua voz a de tantos outros organismos e pessoas, para prestar sua solidariedade ao Papa Francisco, à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Dom Orlando Brandes, Arcebispo de Aparecida, que, nos últimos dias, têm sido vítimas de ataques de ódio.

Temos a plena certeza de que jamais os discursos de amor ao próximo, diante da realidade em que vivemos, podem ser calados, pois se os homens e mulheres se calam, diante da injustiça e da tirania, terão o mesmo fim daqueles que pregam palavras de morte.

Numa realidade marcada pela desigualdade social e em que a miséria cada vez mais se agrava, no momento de enorme crescimento da fome e do desemprego, de destruição ambiental descontrolada e, ainda, de muita insegurança e incertezas em meio à pandemia que fragilizou a nossa sociedade, reforçamos a defesa da vida em todas as suas instâncias. Cremos no Deus da vida e da justiça.

O Papa Francisco tem sido um luzeiro, não só para os católicos, mas em todo o ocidente, na busca pelo diálogo, o respeito à dignidade de cada pessoa, o cuidado da criação, a sensibilidade e a justiça com os pobres e excluídos. De modo que, vê-lo ser atacado injustamente, nos entristece. Reiteramos nossa comunhão e respeito para com o Santo Padre e agradecemos pelo seu empenho em fazer ecoar a justiça e a paz, que brotam do Evangelho, nos dias de hoje.

A solução para os problemas não está no recurso à violência, seja de que forma for. Como franciscanos, comungamos com o posicionamento de Dom Orlando Brandes, ao reafirmar que “pátria amada não pode ser pátria armada”, pois onde houver discursos e práticas de ódio, levemos o amor, a fraternidade e a paz! Onde circula diariamente uma imensidão de fake news, inclusive por parte de governantes, que levemos a verdade, o compromisso com a democracia e com todos os direitos fundamentais da pessoa humana.

Somos filhos da Igreja e com ela lutamos por um mundo melhor, pois cremos que ela é um meio para a anúncio do Reino de Deus. Assim reafirmamos, também, nossa comunhão com a CNBB, que é expressão da unidade dos Bispos no Brasil, e que tem em sua trajetória os mais bonitos sinais de luta e defesa dos pobres e excluídos.

Pedimos que o ocorrido seja apurado e que o referido parlamentar, que usou a tribuna para destilar seu ódio e suas mentiras, seja submetido aos rigores da lei que regem a casa onde fez o discurso, bem como as leis de nosso País.

Pregamos a paz que é não ausência de violência, mas, sobretudo, fruto da justiça.

Com desejos de que o Reino aconteça entre nós desejamos a todos paz e bem!

Fr. Clézio Menezes, OFMCap – Presidente da CCB

Frei Gilson de Jesus, OFMCap – Vice-presidente da CCB

Frei Adilson Gonçalves, OFMCap – Secretário da CCB

Frei Arles Dias, OFMCap – Tesoureiro da CCB

‍Fonte: Capuchinhos do Brasil

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui