Cardeal Odilo Scherer: “Neste Momento do ano todos nós somos chamados a apoiar a Evangelização com um gesto concreto

124

O arcebispo de São Paulo, cardeal Odilo Scherer, gravou um depoimento em apoio à campanha “É Tempo de Cuidar da Evangelização” realizada pela Igreja no Brasil em todo o mês de novembro, tendo como ponto alto e gesto concreto, a Coleta do Bem, nos dias 21 e 22 de novembro, na solenidade de Cristo Rei. De acordo com o cardeal, a campanha é um grande mutirão para promover a sustentabilidade da Igreja no Brasil.

“Neste momento do ano todos nós somos chamados a apoiar a evangelização com um gesto concreto. Para que ela possa ser realizada em todos os lugares, em todas as nossas dioceses, mas também naqueles lugares onde é mais necessário apoiar a evangelização”, disse dom Odilo.

Até o próximo dia 22, a campanha vai divulgar depoimento de bispos brasileiros, padres, religiosos, religiosas e leigos da Igreja no Brasil demonstrando seu apoio à campanha e também se somando à esta mobilização em favor das ações solidárias e de evangelização da Igreja no Brasil e da oferta dos cristãos à Coleta do Bem.

Desde o dia 3 de novembro, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou a campanha: É Tempo de Cuidar da Evangelização 2020, uma campanha da Igreja no Brasil. O período de realização será em todo o mês de novembro, tendo na solenidade de Cristo Rei, dia 22, seu momento forte com a realização do grande gesto concreto: a Coleta do Bem. O lema da campanha é: “Somos Igreja: cuidamos da vida, cuidamos do anúncio da Palavra e cuidamos dos pobres”. A campanha é motivada pelo versículo bíblico: “Conheceis a generosidade de Cristo.” (2 Cor 8,9).

Como e onde se manter informado sobre a campanha:

Para informar-se sobre as ações e produtos da campanha É Tempo de Cuidar da Evangelização é necessário acessar o site. Nesta página, a campanha vai disponibilizar, semanalmente, vídeos e cards para redes sociais, VTs para as tvs de inspiração católica do Brasil e spots e podcasts para a Rede Católica de Rádios (RCR).

Fonte: CNBB

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui