A Espiritualidade do Franciscano Secular

R$39.00

SINOPSE
A espiritualidade do franciscano secular atualizar, reformula e funde num só volume dois livros de nossa autoria sobre a espiritualidade dos franciscanos seculares. Tem como meta a divulgar e fazer conhecer a Regra renovada da Ordem Franciscana Secular. Entendendo que vale também para os cristãos em geral, sobretudo agora que o Papa tomou o nome de Francisco, o pobrezinho de Deus.

14 em estoque

Descrição

Título: A Espiritualidade do Franciscano Secular
Autor: Frei Alberto Beckhäuser, OFM

DETALHES DO PRODUTO
Origem: Nacional
Editora: Vozes
Edição: 1
Assunto: Didáticos – Paradidáticos
Idioma: Português

Ano: 2015
País de Produção: Brasil
Código de Barras: 9788532649164
ISBN: 9788535649164
Encadernação: Brochura

Complemento:
Nº de Páginas: 263
Sumário: Introdução; Os elementos constitutivos da espiritualidade franciscana; A penitência como elemento constitutivo fundamental da espiritualidade franciscana; “Fazer penitência”, segundo o Prólogo; O amor a Deus e ao próximo; Odiar o próprio corpo do Senhor; Produzir dignos frutos de penitência; A vida de penitência ou a conversão evangélica na primeira recensão da carta aos fiéis; A penitência como itinerário que conduz a Deus; A vida de penitência na segunda recensão da carta aos fiéis; Quão felizes são estes e estas: A bem-aventurança dos que levam uma vida de penitência; em que consiste esta felicidade?; Sobre eles repousará o Espirito santo; A dimensão trinitária da espiritualidade franciscana na Regra da OFS; A bem-aventurança da penitência; Esposos, irmãos e mães de Nosso senhor Jesus Cristo; A felicidade de experimentar a trindade divina como Pai, como esposo e como irmão; Testemunhas da Santíssima Trindade; A desgraça dos que não fazem penitência; em que consiste o não fazer penitência; O resultado da falta de penitência ou de conversão evangélica; A perda da sabedoria; A pobreza evangélica como vida de penitência; Possuir; A lição de pobreza da morte; A pobreza evangélica dos franciscanos seculares como regra ;A Ordem Franciscana Secular; As famílias espirituais na Igreja; Desdobramento posteriores na Família Franciscana; A ordem Franciscana Secular na Família Franciscana; Uma verdadeira Ordem; Uma ordem Católica; Fraternidade católica; Fraternidade aberta a todos os fiéis; A busca perfeita da caridade; A profissão de viver o Evangelho; No próprio estado secular; Viver o Evangelho à maneira de São Francisco e mediante esta Regra confirmada pela Igreja; uma vocação; A regra da Ordem Franciscana secular; Por que uma nova regra?; As primeiras orientações de são Francisco; A primeira Regra propriamente dita; A regra de Leão XIII; A Regra de Paulo VI; O esquema e o conteúdo da Regra; O espirito da Regra renovada; A forma de vida dos franciscanos seculares numa visão de conjunto; Jesus Cristo nos leva ao amor de Deus e do próximo; A vocação batismal na Igreja; A vida de oração; Maria; O espírito dos conselhos evangélicos; O testemunho de fraternidade; O apostolado franciscano secular; A regra e a vida do franciscano secular é observar o Evangelho; As bases da espiritualidade secular; Ser franciscano; Observar o Evangelho; Jesus Cristo, centro e inspirador de sua vida; Viver o Evangelho como irmãos e irmãs; O que significa ser irmão, ser irmã?; Resumindo; Uma espiritualidade trinitária; O que se entende por espiritualidade; A Regra da OFS; São Francisco; Os franciscanos seculares; Leitura assídua do Evangelho; Francisco; A Igreja; Os franciscanos seculares; A procura da pessoa vivente e operante de Cristo; nos irmãos; Na sagrada Escritura; Na Igreja; Nas ações litúrgicas; A vida eucarística dos franciscanos seculares; O que é dar graças; Os elementos da ação de graças; O que expressa a ação de graças; em tudo dai graças; Deus dá graças a Deus; Deus dá graças ao homem; O homem dá graças a Deus; O homem dá graças ao homem; O homem dá graças a natureza; A natureza dá graças ao homem; A natureza dá graças a Deus; Deus dá graças à natureza; Jesus Cristo, a ação de graças por excelência; Francisco o homem eucarístico; As orações de Francisco expressam um homem eucarístico; Francisco descobre a jesus como servidor na eucarística; A devoção a tudo que se refere à Eucaristia; A vocação e missão eclesiais pela conversão do Batismo; A primeira conversão; A vocação eclesial; A missão eclesial; Dar testemunho de Cristo; A participação dos franciscanos seculares na vida da Igreja; Mais fortemente ligados, à Igreja pela Profissão; O amor à Igreja de Cristo; A Igreja de Cristo, sinal e instrumento, isto é sacramento de salvação; A totalidade da vida da Igreja; O objetivo geral; As dimensões da vida da igreja; A dimensão comunitária e participativa; A dimensão missionária; A dimensão catequética; A dimensão litúrgica; A dimensão ecumênica e de diálogo religioso; A dimensão sociotransformadora; A conversão evangélica; Penitência e conversão; Chamados à conversão; a primeira conversão e a conversão em crescimento; A mortificação; O sacramento da penitência; Um sacramento com três nomes; Um sacramento de reconversão ou de conversão em crescimento; Os três ritos do Sacramento da Penitência; Vida de oração e contemplação; O que é oração; A oração vista na vocação integral do homem; A oração de São Francisco; A oração individual e comunitária; contemplação; Toda a vida como oração; A participação ativa na vida sacramental da Igreja; Reviver os mistérios da vida de Cristo; O Batismo; A Crisma; A Eucaristia; A Penitência; a Unção dos Enfermos; A ordem; O matrimônio; A Eucaristia, celebração da nova Páscoa; a celebração da Páscoa no antigo Testamento; A missa, celebração da Páscoa do novo Testamento; A dimensão trinitária da Eucaristia; A missa como Ceia do Senhor; O sentido de uma Ceia fraterna; Os elementos da Ceia do Senhor; O sentido do tiro de preparação das oferendas; A comunhão; O sacramento da Unção dos Enfermos; A experiência da enfermidade e da doença; A doença, uma experiência pascal; A Unção dos Enfermos como celebração; O Rito atual; O cuidado dos irmãos idoso e enfermos; Pastoral dos enfermos; Francisco e os enfermos; convívio fraterno com os irmãos enfermos; Os jovens e os irmãos enfermos e idosos; A oração litúrgica dos irmãos e irmãs da OFS; O Oficio Divino dos franciscanos seculares; A oração litúrgica da Igreja; O que é a Liturgia das Horas; O sentido das horas; A devoção a Nossa Senhora; Francisco, modelo da devoção à Virgem Maria; O culto a Nossa Senhora como vem apresentado pela Igreja; O espírito dos conselhos evangélicos, expressão de conversão; A canalização dos três dinamismos fundamentais do ser humano; A obediência do franciscano secular; Unir-se à obediência de Cristo; Fiel cumprimento das obrigações; Sigam o Cristo pobre e crucificado; Testemunhar o Cristo pobre e crucificado; A necessidade da oração; A pobreza do franciscano secular; Jesus Cristo, modelo de pobreza; O justo relacionamento com os bens temporais; Purificar o coração de toda inclinação e avidez de posse e de dominação; Peregrinos e forasteiros a caminho da casa do Pai;