A abertura da Semana Laudato Si’ iniciou-se com a celebração de uma Missa, em Brasília (DF)

237

Por Osnilda Lima | Cepast-CNBB e 6ªSSB-CNB

Neste domingo, 21, com a Celebração da Eucaristia, às 11h, na Obra Social Santa Isabel, em Brasília (DF), iniciou-se a Semana Laudato Si’ 2023 que vai até o próximo domingo, 28 de maio. A Semana marca o oitavo aniversário da Carta Encíclica Laudato Si’ do Papa Francisco sobre o cuidado da criação. A programação conta com uma série de atividades em nível nacional, regional e local, e um circuito de exibições do filme A Carta: uma mensagem pela nossa Terra, documentário inspirado na Laudato Si’. Entre as atividades previstas estão encontros com autoridades religiosas e políticas, audiência pública, oficinas para juventude, celebrações religiosas e um ato inter-religioso.

Na procissão de entrada, na missa de hoje, o cacique e professor Odair José Borari, mais conhecido como Dadá, um dos 4 protagonistas do documentário A Carta, lançado em outubro de 2022, no Vaticano, entrou com símbolo da Campanha Laudato Si’, e ressaltou a importância para conscientização e cuidado com a Terra, a Casa Comum. “Eu acredito muito que as igrejas e as escolas são os lugares onde podemos trabalhar para ‘despoluir a mente’”, disse a liderança ao fazer referência à emergência climática e à devastação socioambiental.

No decorrer da celebração, no momento do Ato Penitencial, a comunidade apresentou, em recipientes: a água, a terra e um pranto vazio, no sentido de pedir perdão pelas vezes que a humanidade contamina as águas, devasta e poluí a terra. Com isso, milhões de pessoas e toda a criação é impactada. Somente no Brasil, mais de 33 milhões de pessoas passam fome todo dia. No pedido de perdão destacou-se os impactos sofridos pelos povos originários e comunidades tradicionais que possuem uma relação intrínseca com a natureza, considerando-a como parte de sua sobrevivência e de sua identidade cultural, social, religiosa e política.

Em seguida, no Hino de Louvor, momento que a comunidade expressa gratidão a Deus que se inclina até a humanidade, foi apresentado um pão, em agradecimento ao Criador pelos alimentos que a terra oferece à criação.

Na homília, após as leituras bíblicas deste domingo, no qual a Igreja celebra a Solenidade da Ascensão do Senhor e o 57º Dia Mundial das Comunicações Sociais, frei Clézio Menezes dos Santos, Provincial do Brasil Central da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos e irmã Eliane Cordeiro de Souza, da congregação da Irmãs Mercedárias da Caridade e presidente da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), ajudaram na reflexão dos textos bíblicos e animaram a comunidade para a continuidade da ação libertadora de Jesus Cristo.

Ao final da celebração a comunidade foi convidada a participar da programação da Semana Laudato Si’ e a se comprometer com o Cuidado da Casa Comum.

Também no dia de hoje, depois da Oração do Angelus o Papa Francisco, mencionou o início da Semana Laudato Si’. “Agradeço ao Dicastério para a Promoção do Desenvolvimento Humano Integral e às numerosas organizações aderentes; e convido todos a colaborarem no cuidado da nossa casa comum: há tanta necessidade de conjugar competências e criatividade!”. Recordam-nos também as recentes calamidades, como as inundações que atingiram a l’Emilia Romagna nos últimos dias, a cuja população renovo de coração a minha proximidade”, ressaltou o pontífice.

No Brasil, Campanha Laudato Si’, é uma mobilização da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Rede Eclesial Pan-Amazônica (REPAM) e do Movimento Laudato Si’ (MLS) e tem parceria com diversas organizações, entre elas a CRB, e tem o objetivo de difundir a Carta Encíclica Laudato Si’ no Brasil, por meio de uma série de atividades que você poderá acessar aqui https://laudatosi.my.canva.site/

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui