Acompanhe a última semana do Revigoramento Franciscano

174

BOLETIM – Revigoramento Nº4

Esta semana que passou foi a última desse encontro tão significativo e repleto de espiritualidade, o Encontro de Revigoramento Franciscano. Nele, irmãs e irmãos franciscanos puderam mergulhar um pouco mais fundo na vivência franciscana e partilhar de momentos de aprendizado e aprofundamento da fé cristã.

Ao longo dessas semanas, compartilhamos aqui um pouco da experiência vivida por nossa família franciscana. E eles criaram um boletim, com o intuito de partilhar um pouco dessa bela experiência. Abaixo, segue a reflexão de Frei Aluisio (Mococa), OFM, sobre o encontro:

Celebrar um Retiro, durante o tempo do Revigoramento
Franciscano é uma dádiva para poucos. É estar no “Tabor” e
presenciar a manifestação de Deus diante dos olhos. Pois o fato de estarmos nesse ambiente tão acolhedor que é o Seminário Santo Antônio, durante um mês e ao final ter um tempo para olharmos para nós mesmos, adentrando em
nosso coração, só pode ser Graça diante de Graça.
Como disse Dom Helder Câmara, “O deserto é fértil”. A fertilidade do deserto está na busca do oásis, só sente falta do oásis quem passa pelo deserto, quem decide caminhar, quem olha para o horizonte, quem dá o primeiro passo. O deserto é chance de amadurecimento. É lugar de amassarmos as uvas para se tornarem gotas de vinho.
Por fim agradeço à Deus por esse tempo de Revigoramento que foi “curto”, passou voando, mas foi muito profundo pois aqui pude encontrar diamantes chamados irmãos e irmãs, que trouxeram em suas bagagens, histórias, experiências, vidas, mortes, alegrias, tristezas, desilusões, desesperos, incertezas, mas uma coisa que mais me chamou a
atenção, nunca deixaram de sonhar, de serem diferentes, e
tenho a convicção de que não sairemos daqui como entramos.
Paz e Bem.
Fr. Aluísio, ofm (fr. Mococa)

Convidados as irmãs e irmãos a fazerem download do último boletim do Revigoramento Franciscano.

Acompanhe abaixo alguns momentos marcantes dessa semana:

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui