Aconteceu em nossa Custódia, o 1º Encontro de Comunicadores Custodial

135

Como proposta formativa, a Secretariado para a Missão e Evangelização juntamente com a Equipe de Comunicação da Custódia Franciscana do Sagrado Coração de Jesus, realizou no dia 24 de novembro de 2022, às 20hrs, on-line, o 1º Encontro de Comunicadores.

Evento este como oportunidade de grande valia para que as Pascoms de nossas frentes de missão e evangelização possam se inteirar cada vez mais dos serviços que realizamos, nos fortalecendo assim para desempenharmos com amor e fé esse trabalho em prol da vida e do Evangelho.

Destarte, iniciamos apresentando os integrantes da Comunicação Custodial, a saber: Frei Alef Henrique Pavini, OFM, Frei Suelton Costa de Oliveira, OFM, Frei Vinicius Alves de Oliveira, OFM e Frei Paulo Henrique Castro Souza, OFM. E desde já agradecemos a participação de aproximadamente 16 pessoas neste evento, sobretudo para aqueles que são fora do nosso território custodial que também se fizeram presentes.

Dando sequência ao encontro Frei Suelton explanou a proposta da realização do mesmo, e nos apresentou um vídeo que nos dá a conhecer a realidade institucional da Custódia Franciscana do Sagrado Coração de Jesus. Em seguida, Frei Lucas Lisi, OFM, Secretário para Missão e Evangelização, nos exortou acerca da importância das mídias sociais para a Igreja em todo o seu contexto histórico e eclesiológico, sobretudo no tempo presente, onde somos chamados a anunciar o Cristo, pobre, humilde e crucificado a modo de São Francisco.

Após essa motivação inicial, o assessor do encontro, Pe. Tiago Aparecido de Souza Barbosa, que atua como Vigário na Paróquia de Santa Rita de Cássia, na zona sul de Marília-SP e também como assessor Diocesano da PASCOM, fundamentou o seu discurso tendo como eixo norteador o Diretório de Comunicação para a Igreja no Brasil, documento de número 99 da CNBB, que é destinado aos responsáveis que atuam na comunicação eclesial e nas relações com a sociedade.

Assim, enfatizou a importância da Comunicação na Igreja e sua missão primordial, sem perder de vista o caráter profético e missionário da mesma, e que a deve estar em consonância com a Igreja e com a mensagem de Nosso Senhor Jesus Cristo, de acordo com a Diocese em sua respectiva localidade em fraternidade.

Terminado esse momento fora aberto para perguntas, para assim concluirmos nossa formação. E por fim, Frei Suelton nos recordou os próximos encontros formativos que serão realizados, para bem continuar esta iniciativa da Comunicação Custodial. E encerramos com um momento de espiritualidade feito por Frei Vinícius Alves, OFM  .

Fraternalmente,

Frei Paulo Henrique Castro Souza, OFM / Frei Vinícius Alves de Oliveira, OFM

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui