Igreja de Angola e Família Franciscana em festa com as ordenações presbiterais de Frei Canga, Frei Santana e Frei Mário

249

A Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil e a Fundação Imaculada Mãe de Deus de Angola celebraram a ordenação presbiteral de três diáconos: Frei Canga Manuel Mazoa, Frei Mário Sampaio Pelu e Frei Santana kafunda, na manhã do dia 15 de janeiro de 2022.

A Celebração Eucarística teve lugar no Kimbo São Francisco de Assis, em Luanda; e teve como presidente Dom Filomeno do Nascimento Vieira Dias, Arcebispo da Arquidiocese de Luanda, e com ele concelebraram os confrades de todas as fraternidades, diversos sacerdotes, religiosos e religiosas e fiéis vindos de diversos pontos de Angola.

Frei Canga Manuel Mazoa é natural de Kwanza Norte, Ndalatando, onde nasceu no dia 23 de março de 1993, é filho de Manuel Canga Mazoa e Domingas Francisco João. Já Frei Santana Kafunda é natural de Malange (Malanje), mas cresceu em Luanda. Seus pais são Belege e Antonica. Frei Mário Sampaio Pelu nasceu no dia 20 de agosto de 1988, em Benguela, bairro Cotel.

O Kimbo São Francisco, com a graça de Deus, teve a casa cheia, mas respeitando as medidas de biossegurança, em função da pandemia da Covid-19 que assola o mundo. Momentos emocionantes alegraram a todos os participantes desta Missa de ordenação.

Na sua reflexão, Dom Filomeno, dirigindo-se aos frades eleitos para o ministério sacerdotal, lembrou-lhes que seriam os primeiros em muitas coisas na Igreja, todavia, pediu-lhes que fossem os primeiros sobretudo no acolhimento, na fraternidade e na minoridade, e que fossem os primeiros sem perder a marca distintiva e a identidade carismática de frades menores. Pediu-lhes ainda que testemunhassem a minoridade. “Caros freis Canga, Mário e Santana, este estilo de vida enraizado na simplicidade brilhe em vosso ministério para que sejais padres franciscanos e mereçam com toda a verdade o nome de freis, isto é, irmãos, alguém que está em atitude psicológica e espiritual de servir e de serviço. A vossa personalidade e espiritualidade são caracterizadas pela minoridade, por isso, Ordem dos Frades Menores, ordem dos irmãos menores”, disse o Arcebispo.

E pediu-lhes que vivessem o ministério sacerdotal com a beleza da humanidade e da fraternidade de Francisco, dom de Cristo sempre novo para a sua Igreja e que tivessem empatia para com todos os que sofrem ou choram.

Já os frades neo-ordenados, na pessoa de Frei Santana Cafunda, exultantes de alegria, agradeceram aos seus pais que os trouxeram ao mundo e os apresentaram à Igreja e pediram que rezassem por eles, pois o sacerdote é um “médico-doente”, “médico enquanto leva a esperança, consolo e a cura de Deus aos outros, entretanto, é doente porque precisa de bênçãos de cura, e o maior presente que alguém pode oferecer a um sacerdote é a oração”, disse Frei Santana. Também manifestaram profunda gratidão às Irmãs Clarissas, aos seus catequistas, orientadores vocacionais, à Ordem Franciscana e a todo povo de Deus.

Com mais estes três ordenados, a FIMDA (Fundação Imaculada Mãe de Deus) passa a ter nove frades sacerdotes angolanos.

Frei Tomás Gaspar e frei David Gaieta

Fonte: Província Franciscana Imaculada Conceição do Brasil

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui