Nos EUA lideres religiosos são presos em protesto contra politica de imigração de Trump

300

Presos nesta terça feira (26) por protestarem contra a realidade de milhares de crianças que foram separadas de suas famílias na fronteira. Os manifestantes incluíram cerca de 150 pessoas – incluindo líderes inter-religiosos (clérigos, pastores, rabinos) e defensores dos imigrantes – deram as mãos e rezaram do lado de fora do tribunal, de acordo com Los Angeles Times, e HAARETZ

Apesar da falsa ordem executiva de Donald Trump, o governo não tem planos de reunir as 2.000 crianças separadas dos pais na fronteira. Em vez disso, os relatórios indicam que alguns pais já foram deportados sem seus filhos. Esta é uma crise moral que os líderes religiosos disseram que merecem ação direta, incluindo suas próprias prisões.

“Minha fé diz que não tenho escolha a não ser estar aqui.” 

Os manifestantes fizeram fila em frente ao prédio da corte federal antes da visita do Procurador Geral Jeff Sessions. Mais tarde, eles foram levados sob custódia, em uma série de prisões.

O protesto contra a postura dura do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre a imigração ilegal e  foi motivados por notícias e imagens de crianças imigrantes da América Central sendo separadas de seus pais após atravessarem a fronteira sul dos EUA sob a política de imigração de “tolerância zero” de Trump.

 

O rabino Jonathan Klein, que ajudou a organizar o protesto, disse que a manifestação contra as políticas do presidente Trump se alinha diretamente com sua fé.

“Estamos construindo uma sociedade justa e sagrada”, disse Klein. “Minha fé diz que não tenho escolha a não ser estar aqui.” Disse ainda que sentiu que o protesto teve um significado maior na manhã de terça-feira depois que a Suprema Corte dos EUA confirmou a proibição de Trump a visitantes estrangeiros e imigrantes de várias nações de maioria muçulmana.

“Às vezes você tem que violar a lei”, disse a pastora Sandra Olewine, da Primeira Igreja Metodista em Pasadena, a primeira manifestante detida depois que um grupo bloqueou a rua em um ato de desobediência civil. “Estamos sentados pelas crianças.”

 

Fontes primária: Los Angeles Times, Haaretz, Daily Koz

Fontes secundária: http://www.falachico.org/2018/06/nos-eua-lideres-religiosos-sao-presos_27.html

 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui