Pedro e Paulo: filhos da Terra Santa e colunas da Igreja

589

Em 29 de junho a Igreja celebra a Solenidade dos Santos Pedro e Paulo… Foi na Terra Santa que estes homens foram chamados pelo Senhor a serem seus apóstolos

Um, pescador! O outro, mestre e doutor! [imagem dramaturgia] Homens chamados pelo próprio Senhor a segui-lo e que se tornaram anunciadores e testemunhas do Evangelho!

Padre LEONARDO GIULIANO
Professor Novo Testamento – Studium Biblicum Franciscanum
“Pedro conheceu o Senhor pessoalmente e foi chamado por Ele enquanto caminhava às margens do mar da Galileia com seu irmão André e outros discípulos. Foi convidado a fazer parte do grupo dos apóstolos que se tornou o grupo dos que seguiam de perto o Senhor”

De fato, Pedro teve o privilégio de participar de muitas experiências fortes ao lado de Cristo como a transfiguração, no Monte Tabor e a própria Paixão. Em sua fragilidade, negou o Mestre… Em contrapartida, tocou na infinita misericórdia de Cristo ao encontra-Lo, ressuscitado, às margens do Mar da Galileia.

Padre LEONARDO GIULIANO
Professor Novo Testamento – Studium Biblicum Franciscanum
“Paulo, por outro lado, não conheceu o Senhor pessoalmente, porém, enquanto seguia para Damasco, teve uma visão de Jesus Ressuscitado que se revelou a ele e lhe deu a missão de anunciar o Evangelho aos gentios, de ultrapassar os confins de Israel, de levar o anúncio da morte e da ressurreição do Senhor aos que estavam longe”.

Diferentes, Pedro e Paulo traziam dentro de si algo que os unia: a coragem apostólica e o desejo de anunciar a todos os povos a vitória de Cristo sobre a cruz…. isso fez com que eles, como conta a tradição, se encontrassem em Roma…

Padre LEONARDO GIULIANO
Professor Novo Testamento – Studium Biblicum Franciscanum
“De acordo com a Tradição eles foram martirizados durante o período de Nero, por volta do ano 67, no contexto da perseguição dos cristãos. Por isso Pedro e Paulo tem este fim, passam através da experiência da prisão, os textos nos apresentam como duas figuras que revivem a experiência de Cristo de um modo diverso”.

A Festa de Pedro e Paulo, tidos como colunas da Igreja, como afirmou Bento XVI, é “a festa da catolicidade. É sinal do Pentecostes a nova comunidade que fala em todas as línguas e une todos os povos num único povo, numa família de Deus e este sinal tornou-se realidade”.

Padre LEONARDO GIULIANO
Professor Novo Testamento – Studium Biblicum Franciscanum
“A escolha da Igreja em celebrar em uma única festa aqueles que são os méritos e a glória destes dois apóstolos que contribuíram com a edificação de uma única Igreja. Em algumas ilustrações de Pedro e Paulo estão abraçados, como um único abraço, Pedro que abraça Paulo, Paulo que abraça Pedro e que constituem esta unidade, na diversidade”.

 

Fonte: https://www.cmc-terrasanta.org/pt/video/liturgias-4/pedro-e-paulo-filhos-da-terra-santa-e-colunas-da-igreja-15169.html

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui