Sinodalidade: Assembleia indica caminhos para a Animação Vocacional

267

O Papa Francisco tem recordado com frequência o tema da sinodalidade. Isto é uma grande e profética perspectiva de trabalho. Entretanto, este é, na verdade, um modo de ser da Igreja desde os seus primórdios. Ser sinodal, antes de uma opção, uma ideia nova, é uma essência da caminhada eclesial, que já nas primeiras comunidades tudo realizava em forma de partilha, conversa e escuta mútua. O Papa, deste modo, reforça que este é o modo de ser da Igreja ao indicar que o propósito do Sínodo que estamos vivendo este ano, sobre este tema, quer antes de produzir documentos, gerar um movimento sinodal como resultado de sua atividade.

E a Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil não poderia ser diferente. Diante disso, uma das articulações em chave sinodal a partir do capítulo provincial do ano passado se tornou, dentre tantas outras, a assembleia anual do Serviço de Animação Vocacional (SAV), que aconteceu na Fraternidade Franciscana Boaventura em Campo Largo/PR, nos dias 29-30/03.

Retomando os grandes passos que o SAV já realizou nos últimos anos, a assembleia quis ser um momento de encontro com os animadores vocacionais de cada fraternidade para: situá-los quanto à sua missão, estabelecer critérios e oferecer dicas, ouvi-los quanto possíveis sugestões para a articulação do trabalho a nível provincial e apresentar frentes de trabalho que já estão em execução. Frei Jeâ Paulo Andrade e Frei Gabriel Dellandrea, animadores vocacionais da Província, buscaram apresentar os documentos que contextualizam o trabalho de cuidado para com as vocações e traçaram propostas para um planejamento das atividades. Para tal, os 27 frades participantes foram divididos em grupos para melhor poder expressar suas ideias e assim ajudarem a construir um projeto comum de sensibilização vocacional.

Além disso, foram apresentadas iniciativas que já estão em vigor nas redes sociais da Província, bem como atividades que foram realizadas nos tempos fortes das Ordenações Presbiterais que aconteceram na Província nos últimos meses. Os animadores provinciais também apresentaram um panorama de outras atividades que aos poucos vão ser inseridas neste trabalho, tais como um espaço franciscano em algumas das grandes festas da Província, criação da Pastoral Vocacional onde for possível, visita às fraternidades para pensar uma atividade vocacional, animação dos jubileus e outros momentos fortes da vida provincial e entre outras propostas.

Frei Daniel Dellandrea, definidor provincial e guardião, durante o encontro, falou em nome do Ministro Provincial Frei Paulo Roberto Pereira, recordando que mais do que meios e articulações para o serviço, a vida de cada frade é um convite constante à animação. Cada frade, na sua missão, é chamado a ser sinal de promoção vocacional, pois é a partir de sua vida que outros irmãos poderão se sentir encantados a conhecer o carisma franciscano. Frei Paulo ainda enviou uma mensagem aos frades com as seguintes provocações: “ao saudar os irmãos Animadores Vocacionais Locais, reunidos em Rondinha nestes dias, agradeço por terem aceitado a indicação e a nomeação para serem, a partir de cada Casa e em todas as Frentes de Evangelização, os guardiães e promotores desta prioridade. Aqui quero insistir, antes de ser um anúncio para os outros o “Evangelho Vocacional” seja um convite para que cada um de nós, para que cada fraternidade da Província, deixe-se revigorar a partir da alegria que um dia nos fez sonhar com a fraternidade, com a promoção da justiça, da paz e do bem. Por isso, entre os mandatos do Capítulo está a proposição: “Cada fraternidade, uma nova vocação”. Notem, na frase tem a expressão “nova vocação”, afinal nossas Casas já reúnem os irmãos chamados a viver o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo. Este vocacionados somos nós mesmos. Por isso, vale a insistência: o testemunho alegre da própria vocação continua a ser a mais eficiente maneira de gestar novos irmãos”.

Sendo assim, procurando ouvir a voz do Espírito na contribuição de cada irmão, a Assembleia estabeleceu alguns nortes para executar a prioridade do último Capítulo Provincial, no ano passado, que pediu a consolidação da Animação Vocacional como prioridade provincial. Além dos momentos de plenária e conversa para critérios e dicas aos trabalhos, os frades puderam animarem-se a partir de momentos de oração, convivência fraterna e reencontro.

Frei Gabriel Dellandrea

Fonte: Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui