Com ânimo na fé o Regional da CFFB Bahia e Sergipe se reuniu

73

A fraternidade não nos permite caminhar sozinhos, pois, distante uns dos outros corremos o sério risco de cair no comodismo do isolamento, ou no fechamento em si mesmo. É este comodismo que gera em nós a triste decadência da fraterna união, estabelecida entre irmãs e irmãos comprometidos com a comunidade, ou seja, a fraternidade. No intuito de fortalecer vínculos e estreitar laços a Conferência da Família Franciscana do Brasil (CFFB) vem caminhando em unidade com todo o organismo vivo francisclariano, que busca viver o tão encarnado carisma de Clara e Francisco de Assis.

Nossa irmã e nosso irmão menor nos deixaram uma profunda marca de um bem comum a todos.  É esta marca, que deve estar contida em nossos corações como um estigma de um amor que muitas vezes não é amado pelas nossas indiferenças e faltas para com ele, o Sumo Bem de nossas vidas, Cristo o Senhor. Para poder amá-lo é importante acreditar e nunca deixar de sonhar que mesmo neste tempo frio e sombrio dado pelo novo Corona Vírus, podemos formar fraternidade de fraternidades.

A vida é um expoente caro aos nossos tempos, pois nos foi muito custoso os novos desafios que tivemos de enfrentar para continuarmos neste elo de irmãos e irmãs. Os meios sociais serviram de pontes, que superaram distâncias e nos tornou de fato próximos virtualmente. Com isso ficamos um pouco ausentes deste calor afetivo, mas, para senti-lo bastou em nós a procura deste calor primeiramente dentro de nós mesmos, como um fogo que queima, arde o coração, e sustenta a nossa espiritualidade por meio da vocação recebida gratuitamente.

Esta vocação, de irmãos e irmãs menores nos leva a entender a empatia, a solidariedade, e a partilha, pois é necessário e urgente este se colocar no lugar da nossa irmã ou irmão mais próximo até alcançar aqueles que não estão tão próximos assim. O cuidado fraterno é fonte de vida que corre nas veias, e ter esse olhar sensível e direcionado ao outro nos leva a compreender gradativamente que o que vai cultivar a planta da fraternidade neste complexo estio é este modo de ver, pensar e amar. Para isso bastam poucas e pequenas coisas, desde um: Como vai irmã a Ordem Franciscana Secular? A Juventude Franciscana do Regional está caminhando bem? Para assim construir o sustento deste bem comum.

Muitas vezes perdemos para ganhar, e só somamos forças subtraindo os erros e multiplicando a assertividade. Com ânimo na fé e o espírito guiado pelo Senhor em seu santo modo de operar, o Regional da CFFB Bahia e Sergipe, se reuniu a fim de se nutrir desta mesma fraternidade e traçar caminhos e metas para este ano de 2021. As duas reuniões online aconteceram nos dias 20 de janeiro e 24 de fevereiro, sendo mediada pela Conselheira Irmã Rosa Severino, CFS, que atualmente responde pela área Nordeste.

Somando os dois eventos online, contando com a participação da Ordem Franciscana Secular, da JUFRA tanto da Bahia quanto de Sergipe, a Ordem dos Frades Menores, a Ordem dos Frades Menores Conventuais, Irmãs Franciscanas Terciárias e as Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora do Bom Conselho. O primeiro encontro teve como intuito apresentar a caminhada do regional, bem como as atividades desenvolvidas pelas fraternidades e assim, mencionar os atuais desafios presentes.

O segundo encontro trouxe essa revisão de vida do regional e a formação de núcleos para melhorar comunicação e fortalecimento do mesmo, entre eles, Sergipe, Bahia Norte e Bahia Sul. Suscitamos em nós o desejo de caminhar e de cultivar a vida já existente, para isso se faz necessário o amor que cativa, e reúne no mesmo santo propósito os irmãos e irmãs que estavam procurando se reconectar com este luminoso ideal de vida que nunca deve ser perdido de vista no alcance do ponto de partida. Acreditamos que a semente lançada poderá dar frutos há seu tempo, com paciência, esperança e muita alegria, pois não existe fraternidade franciscana sem um florido sorriso no rosto e a ânsia de caminhar cantando a paz de Jesus.

Fraternalmente,
Frei Felipe Ferreira de Almeida Cruz, OFM

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui