Frades Franciscanos da Amazônia lançam site

113

Neste dia 2 de agosto, festa franciscana da Porciúncula, os frades da Custódia São Benedito da Amazônia, entidade franciscana presente na região norte do país, apresentaram ao povo de Deus e as pessoas de boa vontade o seu novo site: franciscanosamazonia.org.br. O evento de lançamento aconteceu às 8h30 na sede custodial, Convento São Francisco, situado na cidade de Santarém (PA) com a oração das Liturgia das Horas. A celebração foi transmitida em tempo real pelo Facebook e Youtube da Custódia. Dentro da liturgia, presidida pelo custódio, Frei Edilson Rocha da Silva, OFM, evidenciou-se o Perdão de Assis comemorado hoje e a difusão do modo de ser franciscano no contexto amazônico por meio dessa nova plataforma digital.

No site podem ser encontradas as páginas com conteúdo sobre a vida e missão dos frades menores na Amazônia brasileira. Além disso, apresenta conteúdos históricos, elementos do carisma franciscano e atualidades sobre a Custódia. Um Diferencial do site é que nele podem ser encontrados elementos de espiritualidade amazônica. Com esse material os frades esperam dispor de um espaço para evangelizar e interagir com seus parceiros e parceiras na missão de testemunhar Cristo na querida Amazônia.

Com essa “repaginação” do site não se busca apenas uma “cara nova”, um layout mais moderno, mas um espaço que seja um Tapiri, isso é uma casa de conversa e de bom encontro com os frades menores na Amazônia. Com esse recurso se almeja também a promoção humana, social e cultural dos povos da floresta e das realidades urbanas. Assim, os frades da Custódia convidam a todos para embarcar com eles nessa canoa e navegar juntos na busca de um anúncio e vivência do evangelho com rosto amazônico.

A CUSTÓDIA SÃO BENEDITO DA AMAZÔNIA

Com uma presença centenária na Amazônia, os Frades Menores, seguem sua vocação no fluir dos rios desta abençoada região. Na história da Custódia se pode contar gerações de irmãos que, vindos de fora ou nativos, testemunham a mensagem do Evangelho no chão amazônico.

Em março de 1990, o Ministro Geral Frei João Vaughn erigiu uma nova entidade franciscana autônoma na Amazônia, transformando a Custódia do Sagrado Coração de Jesus em Vice-Província São Benedito da Amazônia. Frei Miguel Kellett foi eleito como primeiro Ministro Provincial da nova entidade e a dirigiu até o primeiro Capítulo Provincial, realizado em janeiro de 1993, quando foi eleito um novo governo para a vice-Província. O objetivo principal da ereção da nova vice-Província fazia parte da política do Governo Geral da Ordem dos Frades Menores, durante a década de oitenta e começo da década de noventa, de erigir novas entidades nas áreas de missão da Ordem, a fim de incrementar a fundação e implantação da Ordem nestas áreas.

E nesses 31 anos, a Custódia tem buscado ser fiel às suas raízes franciscanas e amazônicas. Do passado ao presente, o Pobrezinho de Assis e os povos dessa terra querida são a força e companhia para que os frades possam vencer os ‘banzeiros’ dos tempos. “E aqui estamos, para partilhar da nossa vida e missão. Contar e guardar com amor nossa memória é o que queremos comunicar”, revela Frei Fábio Melo Vasconcelos, frade da Custódia São Benedito que atualmente reside em Petrópolis e cursa o 2º ano de Teologia.

A Amazônia não é só uma realidade, mas é uma multiplicidade de encontros, de cidades, de vilas. “E nos encontramos imersos nessa imensa diversidade. Os frades residem tanto no Oeste como no extremo Leste da região. Ao longo dos rios, nas capitais e cidade dos interiores podemos viver a vida franciscana”, explicou.

As fraternidades da Custódia estão três estados da denominada Amazônia legal. Amazonas, Pará e Roraima. Pode-se encontrar os frades menores nos seguintes locais: Boa Vista, RR (Fraternidade interprovincial Conferência dos Frades Menores do Brasil CFMB); Itaituba, PA; Missão São Francisco do Rio Cururú (PA); Monte Alegre (PA); Óbidos (PA); Santarém (PA): Cúria Custodial e Postulantado Kabiará em Manaus (AM) – Juniorato e Frades em Estudos fora da Custódia em Petrópolis(RJ) e Chicago (Illinois, EUA).

Em todos esses lugares onde os frades estão só desejam uma coisa: testemunhar o Evangelho em pobreza, obediência, sem nada de próprio e em castidade. “Que nesses caminhos da Amazônia nos acompanhe sempre a força divina que une os povos e culturas para que vivamos como anunciadores da paz”, deseja Frei Fábio.

Semear a espiritualidade franciscana é espalhar no mundo um outro modo de pensar e agir. A espiritualidade franciscana é itinerante, não está presa a um lugar somente. A história, o carisma e a força da figura de Francisco e de seus seguidores abraçam o mundo todo e dialogam com os mais diversos ambientes.

Por sua vez, a Amazônia é um berço, uma mãe que acolhe tantos que aqui chegam, e São Francisco aqui se instalou por meio dos seus seguidores e seguidoras. Todas as marcas da espiritualidade franciscana brilham e refletem no profundo contexto amazônico. Uma sintonia entrelaça está imensa floresta com os vales da Úmbria. “A encarnação, a cruz e a ressurreição, eixos do carisma franciscano, resplandecem nas dores, alegrias e esperanças da nossa gente. É isso que queremos compartilhar com todos, uma espiritualidade franciscana enraizada no coração da irmã e mãe Amazônia”, destacou.

CUSTÓDIA EM NÚMEROS

A Custódia São Benedito da Amazônia conta com 38 frades menores franciscanos. Desses 38 religiosos, 6 são de votos temporários, 2 noviços e 30 de votos solenes. Além desses 38, a Custódia tem 3 frades de outras entidades que moram em Roraima (RA) e conta ainda com 8 postulantes neste ano de 2021.

Texto: Equipe de Comunicação Custodial

Fonte: Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui