Frei João lança os livros: “Paróquia: casa da iniciação e comunidade de sujeitos eclesiais” e “Trindade: mistério de relação”

60

‘Comunidade de comunidades’, ‘sujeitos eclesiais’ e ‘iniciação à vida cristã de inspiração catecumenal’: a princípio pode se ter a impressão de estarmos diante de três temas paralelos, com pouco ou nenhuma relação entre si. Contudo, esse modo de pensar pouco diz sobre a lógica dialogante que impulsiona essas realidades pastorais. O fio condutor dos três temas aqui estudados é a relacionalidade.

Esses temas estão no livro “Paróquia – Casa de iniciação e comunidade de sujeitos eclesiais” lançado pelo mestre e doutor em Teologia João Fernandes Reinert, OFM, frade desta Província da Imaculada Conceição.

Segundo Frei João, renovar a paróquia significar repensar com audácia as relações entre os vários sujeitos/protagonistas que a compõe. A relacionalidade é, sem dúvida, o lugar teológico e eclesial para a concretização de uma estrutura eclesial que pretende ser comunidade de comunidades, comunidade de relações, carismas e serviços.

“Se as relações fazem a comunidade, o mesmo se pode dizer dos sujeitos eclesiais. Não há outro ‘lugar’ mais propício para se tornar sujeito do que nas relações eclesiais autênticas, horizontais, sem domínio”, diz Frei João .

O mesmo se pode dizer do novo modelo de iniciação à vida cristã de inspiração catecumenal, cujo paradigma está centrado na dimensão relacional, no encontro pessoal com Jesus Cristo e na inserção eclesial.

“Trindade: mistério de relação”

É o título de outro lançamento do frade. “Aventurar-se na reflexão sobre o mistério do Deus Trindade nunca consistiu tarefa fácil para a teologia”, observa o teólogo.

“Mesmo ciente da complexidade e da ousadia em fazê-lo, ela não pode esquivar-se de, em cada tempo e lugar, continuar a missão iniciada nos primeiros séculos do cristianismo de dar razões de nossa esperança e aprofundar o núcleo central da fé cristã”, argumenta.

Para Frei João, tão importante quanto conhecer, ainda que limitadamente, o verdadeiro rosto trino de Deus é permitir que a Trindade seja inspiração permanente de vida, referência para novos relacionamentos humanos, fonte de inspiração no empenho de lutar contra todo tipo de individualismo e opressão.

“Novos paradigmas em todos os âmbitos surgem da fé na Trindade. Em outras palavras, do desejo de assimilar aquilo que se crê, Deus Pai, Filho e Espírito Santo, brotam inspirações inesgotáveis para a vida pessoal, social e eclesial rumo a uma nova humanidade”, indica o frade, que é é mestre e doutor em Teologia.

Natural de Gaspar (SC) é pároco na paróquia Santa clara de Assis, em Duque de Caxias (RJ), e professor do Instituto Teológico Franciscano em Petrópolis. Possui mestrado e doutado em Teologica Sistemático-Pastoral pela Pontifícia Universidade Católica RJ. Atua em cursos e seminários sobre eclesiologia e pastoral urbana.

Além desses lançamentos, Frei João é também autor dos livros: “Paróquia e iniciação cristã – A interdependência entre renovação paroquial e mistagogia catecumenal”; “Pode Hoje a Paróquia Ser uma Comunidade Eclesial?”; e “Inspiração catecumenal e conversão pastoral”.

 

Fonte: Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui