Mensagem de Irmã Cleusa Neves, CFA pelo Dia Internacional da Mulher

669

 

Atualizada em 09 de março de 2021, às 15h10min.

Download

MENSAGEM
DIA INTERNACIONAL DA MULHER

 

Irmãs, Paz e Bem!

Ao celebrarmos o Dia Internacional da Mulher, 08 de março de 2021, dando destaque à Clara de Assis, mulher “Nobre pela estirpe, mas mais nobre pela graça; firme no propósito e ardentíssima no desejo do amor divino; dotada de sabedoria e de especial humildade; Clara de nome, mais clara pela vida, claríssima pelos costumes” (1Cel 18, 7-8), que soube inovar e reinventar para realizar seu sonho, convido, em especial as Mulheres Franciscanas para, juntas, buscarmos em sua vida e história inspiração para uma vida feliz. Conforme Mario Sérgio Cortella, “a palavra ‘feliz’ é felix, e significa também ‘fértil’. Felicidade é sinônimo de fertilidade. Fertilidade não é apenas gerar outras pessoas. Fertilidade é impedir que a vida cesse na sua múltipla condição. Fertilidade é dificultar a desertificação dos nossos sonhos. Fertilidade é fazer com que não haja a esterilização do nosso futuro. Ser feliz é sentir-se fértil”. É desta felicidade que falamos.

Clara de Assis, sua existência e personalidade evoluíram à sombra do Altíssimo, que iluminou seu coração para viver o franciscanismo ao modo feminino (TestC 24- 27). As Fontes Clarianas, especialmente o Processo de Canonização e a Legenda Maior, ajudam-nos a conhecer como foi sua vida. Em sua trajetória seu dia a dia não era fácil. Travou batalhas silenciosas, concretas e complexas e, diante das circunstâncias eclesiais e da sociedade, soube transpor barreiras, fazendo ecoar sua voz. Em uma narrativa sobre como foi que ela viveu, assim expressa Tomás de Celano: “Mesmo encerrada, Clara começou a clarear todo o mundo e refulgiu preclara pelos motivos de louvor. A fama de suas virtudes invadiu as salas das senhoras ilustres, chegou aos palácios das duquesas e penetrou até nos aposentos das rainhas. A nata da nobreza dobrou-se a seguir suas pegadas, e a da soberba ascendência de sangue desceu para a santa humildade” (LSC 11, 4). Ao conhecermos a história e experiência desta nobre e grande mulher podemos afirmar que ela é o protótipo de mulher feliz; que ficou famosa por suas virtudes e que, por sua coragem e ousadia, em muito contribuiu para o empoderamento feminino.

Celebrar o Dia Internacional da Mulher voltando o olhar para Clara de Assis, além de conhecer uma história feminina instigante, é inspirador para toda mulher que deseja e busca a felicidade. Fica, portanto, o convite.

A todas as mulheres desejo que “O Senhor as abençoe e guarde, mostre-lhes o seu rosto e tenha misericórdia de vocês; volte a sua face para vocês e lhes dê a paz” (BnC 2).

Fraterno abraço.

Brasília, 07 de março de 2021
3º Domingo da Quaresma

 

Irmã Cleusa Aparecida Neves, CFA
Presidente da CFFB

 


DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui