Papa recebeu franciscanos em audiência

91

Na sexta-feira, 05 de abril, o Papa Francisco se encontrou com os Frades Menores que vivem no local onde São Francisco de Assis recebeu os estigmas, na Província da região italiana da Toscana e do Santuário de La Verna.

A audiência marca as comemorações dos 800 anos que São Francisco recebeu os estigmas , em 14 de setembro de 1224, dois anos antes de falecer.

O Papa expressou o seu agradecimento pelos franciscanos levarem até o Vaticano a relíquia do sangue de São Francisco e destacou que os estigmas são sinais fecundos dados por Nosso Senhor ao longo dos tempos:

“Os estigmas nos registram a dor sofrida por nosso amor e salvação por Jesus em sua carne; mas também são um sinal da vitória pascal.”

Francisco afirmou também que todos os cristãos são chamados a ir ao encontro dos “estigmatizados” pelas dores da vida, seguindo o exemplo do Santo:

“Um discípulo de Jesus encontra no estigmatizado São Francisco um espelho de sua. É por isso que o cristão é chamado a se dirigir de maneira especial aos “estigmatizados” que encontra: os “marcados” pela vida, que carregam as cicatrizes do sofrimento e da injustiça sofrida ou dos erros cometidos.

E, nessa missão, o Santo de La Verna é um companheiro de viagem, apoiando-os e ajudando-os a não se deixarem esmagar pelas dificuldades , pelos medos e pelas contradições, próprias e alheias. Se você quiser conhecer bem o Cristo sofredor, procure um franciscano.”

Acerca da missão e chamado dos franciscanos, o Papa ressaltou:

“Seu Santo Fundador oferece um poderoso lembrete para que você faça a unidade em si mesmo e em sua história. De fato, o Crucifixo que aparece em La Verna, marcando seu corpo , é o mesmo que foi impresso em seu coração no início de sua “conversão” e que ele havia indicado a missão de “reparar sua Igreja”.

Além disso, Francisco elogiou a ‘fama’ dos franciscanos como bons confessores:

“Vocês são bons confessores: os franciscanos têm fama disso. Perdoem tudo. Perdoem sempre. Deus não se cansa de perdoar: nós é que nos cansamos de pedir perdão.”

O Papa confiou aos franciscanos uma oração em honra ao Seráfico Pai, São Francisco de Assis:

“São Francisco,
homem ferido de amor, crucificado no corpo e no espírito,
nós olhamos para ti, adornado com os sagrados estigmas,
para aprender a amar o Senhor Jesus,
nossos irmãos e irmãs com seu amor, com sua paixão.
Contigo é mais fácil contemplar e seguir
o Cristo pobre e crucificado.
Conceda-nos, Francisco,
o frescor de sua fé,
a certeza de sua esperança,
a doçura de sua caridade.
Interceda por nós
para que seja doce para nós carregar os fardos da vida
e que, nas provas, podemos experimentar
a ternura do Pai e o bálsamo do Espírito.
Que nossas feridas sejam curadas no Coração de Cristo,
para que possamos nos tornar, ao seu exemplo, testemunhas da misericórdia,
que continua a curar e a renovar a vida
de quem a busca com um coração sincero.
Ó Francisco, semelhante ao Crucificado,
faça com que seus estigmas sejam para nós e para o mundo
sinais luminosos de vida e iluminado
para que indiquem novos caminhos de paz e reconciliação. Amém.”

Fonte: A12.com

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui