Trajetória das Irmãs Franciscanas Missionárias da Encarnação é narrada em livro da Editora Unimontes

25

Nesta sexta-feira (11/08), foi realizado o lançamento do livro “ Itinerário de Vida das Irmãs Franciscanas Missionárias Diocesanas da Encarnação”, organizado pela professora Filomena Luciene Cordeiro, diretora da Diretoria de documentação e Informação (DDI) da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), juntamente com os professores Antônio Olímpio Soares dos Reis e Maria Valmares da Silva Barbosa, também vinculados à instituição.

A solenidade de lançamento foi realizada no Museu Regional do Norte de Minas (MRNM). O livro “Itinerário de Vida das Irmãs Franciscanas Missionárias Diocesanas da Encarnação” é mais uma publicação da Editora Unimontes.

Foto: Neto Macedo/Ascom Unimontes

A professora Filomena Luciene Cordeiro explica que o livro trabalha os documentos da Irmã Raimunda Dorilene Pinheiro Pereira (falecida 11 de agosto de 2019), que fundou a Congregação das Franciscanas Missionárias Diocesanas da Encarnação – FMDE, em Grão Mogol, no Norte de Minas, em 1988.

Ela salienta que a obra narra suas vivências espirituais e ações concretas da imã Raimunda Dorilene como religiosa. “Nesse acervo, produzido por ela mesma, delineou as diretrizes espirituais vividas no seu cotidiano que, posteriormente, tem a finalidade de serem encarnadas no dia a dia das Irmãs Franciscanas Missionárias Diocesanas da Encarnação”, explica a professora Filomena Luciene Cordeiro, que pertence ao Departamento der História da Unimontes.

A organizadora destaca que em síntese, a obra apresenta as regras do grupo de religiosas, legitimando-o como evangelizador na Arquidiocese de Montes Claros e em outros espaços. Revela as leituras e releituras, bem como as visitações e revisitações realizadas pela Irmã Raimunda Dorilene para repensar a organização, bem como os seus direitos e deveres, a necessidade de mudanças nas diretrizes, a espiritualidade e alma missionária, entre outras questões. Verificam-se muitas anotações originais copiadas à mão em todo o texto.

“Trata-se de um livro que explica o motivo da criação do grupo religioso, cujo desejo de viver em comunidade concretiza-se na encarnação dos pobres, sendo a figura real do Servo de Javé”, observa a docente do departamento de História da Unimontes.

A professora Filomena Luciene Cordeiro acrescenta que na obra a Irmã Raimunda Dorilene “aponta caminhos para quem quer se tornar destinatário da boa nova aos pobres. É uma escolha de vida e as meninas que querem fazer parte dessa congregação religiosa devem procurar trilhar esse itinerário.” Ela ressalta que “a Irmã Dorilene deixou registrada suas experiências de vida e espirituais como existência humana, cujos manuscritos foram estudados e analisados na perspectiva histórica e pedagógica, em especial para as Franciscanas Missionárias Diocesanas da Encarnação, mas também àqueles que tem interesse em conhecer, degustar e saborear o amor a Deus e ao próximo, sobretudo os mais pobres”. “Esse é o convite do livro através dos manuscritos, inclusive inseridos nos textos da obra”, conclui a organizadora.

História da Congregação das Franciscanas Missionárias Diocesanas da Encarnação (FMDE)

A Congregação das Franciscanas Missionárias Diocesanas da Encarnação (FMDE) deu os seus primeiros passos em Grão Mogol, no Norte de Minas, onde foi fundada em 3 de janeiro de 1988, pela irmã Raimunda Dorilene Pinheiro Pereira. Foi iniciado o caminho do discipulado e missão profética de sete jovens provenientes dos Estados do Pará e de Minas Gerais. A princípio, ela exerceram a missão nas comunidades de Grão Mogol, Cristália, Botumirim, Josenópolis, Padre Carvalho e Barrocão. Em 1991 as religiosas vieram para Montes Claros prestando serviço de evangelização em várias paróquias. Elas marcam presença no bairro São Geraldo II, em Montes Claros, com casa em Guiné Bissau – África.

Fonte: unimontes.br

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui