Carta de Apoio ao Padre Júlio Lancellotti

645

Download 

“Eu vim para que todos tenham vida, e
para que a tenham em abundância” (Jo 10,10).

A Família Franciscana do Brasil vem a público manifestar sua solidariedade ao Padre Júlio Lancellotti, que faz de sua vida uma oferta gratuita em defesa dos que são chamados “população de rua”. Sua palavra e seu trabalho em defesa deste povo, bem como sua posição crítica devem ser reconhecidos e valorizados por todos os cidadãos, que muitas vezes se ocultam, permanecendo em sua zona de conforto, a atitude do Padre Júlio desinstala e faz avançar na construção de políticas públicas adequadas para o país.

O uso indevido da CPI das ONG’s é inadequado para uma pessoa e um trabalho que não tem vínculo com ONG’s. Trata-se apenas de promoção eleitoral de quem não defende vida , mas se autopromove e não tem dignidade para representar a população na Câmara de Vereadores de São Paulo. Atitude de tais pessoas merecem o repúdio de todos os franciscanos e franciscanas do país.

É preciso darmos as mãos para desconstruir o projeto nefasto que se instaura nas redes sociais por tal vereador, desqualificando um trabalho ético, responsável e misericordioso realizado pelo Padre Júlio. A Família Franciscana do Brasil, unida à Igreja de São Paulo e demais instituições comprometidas com os sem casa e sem emprego, que se tornam moradores em situação de rua, manifesta seu apoio irrestrito ao padre Júlio e o repúdio ao desqualificado vereador.

Brasília, 06 de janeiro de 2024.

Fraternalmente,

Irmã Nilza Ribeiro da Silva, FD
Presidente da CFFB

Frei Alex Assunção, OFM
Vice-presidente da CFFB

Irmã Marinês Burin, IFMMA
Conselheira – Secretária

Luiz Laudenir, OFS
Conselheiro – Tesoureiro

Irmã Iriete Ignez Lorenzzetti, CIFA
Conselheira

6 COMENTÁRIOS

  1. Sou inteiramente favorável ao trabalho desenvolvido pelo Pé. JULIO LANCELLOTTI.
    Ele nerece todo nosso apoio e admiração..
    Deveríamos ter a coragem, a, dedicação e doação desse grande seguidor de Jesys Cristo

  2. Eu quero prestar meu total apoio, minha solidariedade é profunda admiração pelo Padre Júlio Lancellotti. Se Jesus estivesse aqui, estaria com o Padre Lancellotti; tenho certeza absoluta disso.

  3. Quando alguém defende a causa do menor carrega uma cruz que pesa, mas liberta. Obrigado padre Júlio por carregar a cruz da “minoridade”. Esse sinal nos questiona e nos faz tomar atitudes que modifica a gente e nos faz ser mais parecido com o reino de Deus.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui