Santa Maria dos Anjos, 5ª Etapa da Experiência Assis 2024

197

Com o coração bastante amaciado e repleto de alegria com o contato em tantos lugares onde nosso Seráfico Pai andou, nos aproximamos de Santa Maria dos Anjos da Porciúncula, dos dias 13 a 20 de maio. Foi um misto de emoções em encontrar-se na casa da Mãe e a pequena Porciúncula, onde São Francisco pediu a indulgência dos pecados para toda humanidade.

Ao refletirmos os temas: Maria Virgem feita Igreja; São Francisco e os leprosos; A Integridade da Criação; Não perca de vista seu ponto de partida; Minoridade na vida Franciscana; Louvado sejas, meu Senhor, pela morte corporal e a Missão na nossa vida. Fomos desafiados a fazermos nossa retomada da vivência da espiritualidade franciscana em nossa missão. São Francisco nos mostra uma perfeita conexão com o Pai, com a Mãe, com a Igreja, com os Irmãos e Irmãs e todas as criaturas amadas do Senhor.

As visitas nos Eremitérios, Le Celle, Monte Casale, às cidades de Cortona, Rivotorto, Gubbio e Perugia, nos mostraram um Francisco peregrino e contemplativo, alguém que inspirou a muitos e deixou sua passagem marcada nesses lugares.

Cada momento foi celebrado e vivenciado com muita fé. Na celebração do perdão colocamos nossa fragilidade humana diante da misericórdia de Deus que acolhe nosso arrependimento e nos dá oportunidade de vida nova. A celebração do Trânsito de São Francisco nos fez reviver a entrega de Francisco despojado e feliz por ter se abandonado nos braços do Pai.

A Porciúncula, desnuda de adornos, tendo ao centro o Crucificado, nos convida ao despojamento de tudo aquilo que afasta do caminho de Deus para podermos viver em profunda conexão com Ele. Esse foi o exemplo que São Francisco nos deixou e somos convidados a viver em nosso tempo, em nossas frentes de missão.

Irmã Roseli Teresinha Klein
Irmãs Franciscanas da Penitência e Caridade Cristã

Irmã Teresia Sonia Steffen
Irmãs Franciscanas da Penitência e Caridade Cristã

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui