Cardeal celebra no jubileu das Irmãs Franciscanas da Ação Pastoral

117

Na terça-feira, 4, memória litúrgica de São Francisco de Assis, o Cardeal Odilo Scherer presidiu, no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, a missa em ação de graças pelos 50 anos de aprovação da Congregação das Irmãs Franciscanas da Ação Pastoral e os 100 anos da chegada de suas primeiras missionárias ao Brasil. Entre os concelebrantes esteve Dom Pedro Luiz Stringhini, Bispo de Mogi das Cruzes (SP) e Presidente do Regional Sul 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Essa congregação tem sua origem na Baviera, Alemanha, de onde vieram para o Brasil as primeiras irmãs da Ordem Terceira Franciscana, em 1921, para atuar, sobretudo, no campo da Educação. O grupo cresceu, agregando vocações brasileiras e se tornando uma província.

Em 1968, após o processo de renovação inspirada nas propostas do Concílio Vaticano II, essa província foi desmembrada da Ordem alemã e deu origem à nova congregação, acolhida pelo Cardeal Agnelo Rossi, então Arcebispo de São Paulo, sendo acompanhadas por Dom Paulo Evaristo Arns, à época Bispo Auxiliar de São Paulo. Sua aprovação pela Santa Sé aconteceu em 4 de outubro de 1972.

Atualmente, as Franciscanas da Ação Pastoral estão em São Paulo, Goiás, Maranhão e Pará.

No final da celebração, as religiosas presentes renovaram sua consagração a Nossa Senhora Aparecida.

Fonte: osaopaulo.org.br

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui