Comissão para a Amazônia e REPAM-Brasil: “Sonhar uma Política para o Bem Comum na Amazônia”

59

Em vista das eleições de 2022, a Comissão Episcopal Especial para a Amazônia e a Rede Eclesial Pan-Amazônica (REPAM-Brasil), tem lançado um apelo aos eleitores/eleitoras e candidatos/candidatas, que leva por título: “Tempo de Sonhar uma Política para o Bem Comum na Amazônia”.

A nota, assinada pelo Cardeal Leonardo Steiner, Arcebispo de Manaus, e por Dom Evaristo Pascoal Spengler, Bispo do Marajó, faz um chamado à “efetivação de políticas públicas eficazes, com o cuidado integral com nossa Casa Comum, a Mãe Terra e com o bem comum, objeto da verdadeira política”, ao tempo que convida a participar no processo democrático.

O texto denuncia aqueles que têm muito, o que ameaça os povos da Amazônia, consequência da “insaciedade voraz do capital…, que contaminam e destroem as fontes da vida”, causando “dor, sofrimento e morte dos amazônidas”. Também reflete sobre “a emergência climática na Amazônia e no Planeta”, que pode levar “a um ponto de irreversibilidade do processo predatório nos territórios amazônicos”.

Diante da atual conjuntura, é pedido “uma política que pensa com visão ampla”, segundo a proposta de Fratelli tutti, uma “política melhor”. Frente a isso, os bispos da Amazônia repudiam “às lideranças políticas, em todas as esferas de poder, que defendem ou promulgam projetos de morte na Amazônia”, confiando seu apoio “a todo projeto político que promova e proteja os direitos das pessoas e da natureza”.

O texto relata uma série de propostas concretas pela preservação e cuidado da Amazônia, lançando um apelo ao Brasil e ao mundo: “Amazoniza-te!”. Isso deve levar à “defesa das culturas, da biodiversidade e do clima, como expressão de amor profundo pela vida, pela paz, pelo cuidado da Criação a ser deixada às próximas gerações”.

A Comissão Episcopal Especial para a Amazônia e a REPAM-Brasil conclamam a votar pela Amazônia, “deixando-se encantar pela Verdadeira Política, elegendo candidatos/as cujos projetos promovam a dignidade da pessoa humana, combatam a pobreza e as desigualdades sociais, estaquem as mudanças climáticas e protejam a Amazônia, seus povos e suas comunidades tradicionais”.

Finalmente, dizem sonhar com o Papa Francisco, seus sonhos relatados em Querida Amazônia e imploram à Nossa Senhora de Nazaré, Mãe da Amazônia, “que inspire eleitores e eleitoras, os candidatos e candidatas nas eleições deste ano, para que todos assumam o compromisso de promover a vida em abundância para todas as pessoas, bem como a responsabilidade de cuidar e guardar o jardim sagrado que é a Amazônia”.

Fonte: cnbbnorte1.blogspot.com

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui